Fale conosco através do formulário abaixo:







    * campos obrigatórios.

[14-03-2018]

Sessão solene da Alesc comemora os 60 anos de fundação do CREA-SC

Assista a VT institucional comemorativo

O CREA-SC celebrou seus 60 anos de fundação ontem durante sessão solene da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, em Florianópolis. As seis décadas de trajetória e consolidação do maior conselho profissional de Santa Catarina coincidem com o crescimento exponencial da engenharia, da agronomia e da indústria catarinense, atraindo investimentos externos e internos, elevando o Estado a uma posição de excelência na área tecnológica.

A solenidade marcou a gestão do presidente Eng. Agr. Ari Geraldo Neumann, que assumiu o CREA-SC em 2018 com mandato trienal tendo como objetivo principal valorizar os profissionais e a engenharia catarinense, reafirmando a autoridade e a responsabilidade técnica nos serviços e processos que envolvem a dinâmica da vida em sociedade.

A comemoração reuniu cerca de 300 pessoas entre lideranças do Sistema Confea/Crea e Mútua, representantes de órgãos governamentais, entidades de classe e instituições de ensino do estado, além de empresários, profissionais, professores, estudantes e colaboradores. 

"Todos estes marcos de atuação do CREA-SC e dos profissionais e empresas fizeram do estado catarinense referência no setor tecnológico e o Conselho hoje é considerado o melhor CREA do País. Cada funcionário, conselheiro, diretor e ex-presidente, assim como todos os profissionais registrados, devem se orgulhar muito deste grande feito”, destacou o presidente Ari Neumann.

“Pretendemos incrementar e avançar nas conquistas realizadas, mantendo os fundamentos atuais e também de tempos anteriores, mas igualmente agregar novas ferramentas e novos valores ao Conselho. Uma das prioridades será a valorização profissional e a harmonia entre as diferentes modalidades profissionais que compõem o Sistema
 
 
 
 
 

Homenagens

Durante o evento, a Alesc, homenageou os ex-presidentes do Conselho, cada qual com sua contribuição e participação nessa história de sucesso e as cinco entidades de classe reconhecidas pelo Sistema Confea/Crea e Mútua como precursoras, cuja atuação dos profissionais foi relevante e decisiva no processo de fundação, implantação e desenvolvimento dos conselhos regionais em seus estados. Também foram homenageados o presidente do CREA-SC, Eng. Agr. Ari Geraldo Neumann, o presidente do Confea, Eng. Civil Joel Krieger, que foi representado pelo Eng. Civil Paulo Roberto Guimarães, os seis funcionários mais antigos, o profissional com registro mais antigo, além de três profissionais de destaque.



 

 

Entidades de Classe Precursoras

  • Associação Catarinense de Engenheiros (ACE); Saiba mais
  • Associação Sul Catarinense de Engenheiros e Arquitetos (ASCEA); Saiba mais
  • Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Médio Vale do Itajaí (AEAMVI); Saiba mais
  • Centro de Engenheiros e Arquitetos de Joinville (CEAJ); Saiba mais
  • Associação Regional de Engenheiros e Arquitetos de Itajaí (AREA-IT). Saiba mais





 


Profissionais
 

  • Agronomia - Engenheiro Agrônomo Glauco Olinger;
  • Engenharia - Engenheiro Civil Colombo Machado Sales;
  • Técnico – Técnico Agrícola Nelsir Grando;

Profissional com o registro mais antigo 

  • Eng. Civil Manoel Cecilio Ribeiro Martins. Saiba mais


 


 

 

Funcionários

  • Adilson Amandio Vieira;
  • Laura Petry de Aguiar;
  • Jurema de Aguiar;
  • Maria Claudete Silva;
  • Cristovão Orlandi;
  •  
  • José Roberto Brito.

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
Galeria ex-presidentes e resumo das gestões
 
 
Eng. Civil Celso Ramos Filho – 21.03.58 a 31.10.75 
 
 
Fundação, implantação e expansão do CREA em Santa Catarina, desmembrando-o do Conselho da 8ª Região – CREA-RS. Emissões de carteiras para mais de mil profissionais catarinenses somente em 1958, conferindo processos de todas as regiões do estado, numa análise crítica profunda. Elaboração do primeiro regimento interno do CREA-SC e início das políticas de valorização funcional. Atuação na busca pela construção de rodovias federais que impulsionaram o crescimento do Estado. Atuação e apoio técnico em obras nas áreas do saneamento básico, da agroindústria, da segurança e medicina do trabalho.
 
 
Eng. Mec. e Met. Carlos Calliari – 01.11.75 a 31.12.78 
 
Construção da sede em 1978, com o apoio dos CREAs do Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. A realização da fiscalização de maneira mais uniforme, através da indicação dos pontos críticos. Início do processo de informatização viabilizado por computadores da Universidade Federal de Santa Catarina. Elaboração Lançamento de uma nova ART, atingindo todas as modalidades. Implantação de planos de desenvolvimento oferecendo novos serviços aos profissionais, como o acervo técnico. Conclusão de novas inspetorias pelo estado.
 
 
 
Eng. Civ. Paulo Wendhausen – 01.01.79 a 31.12.81 
 
Implantação de políticas de valorização profissional, quando o estado batia recorde em número de novos cursos de engenharia. Alto grau de integração do CREA em todo o território catarinense. Estímulo das indústrias da construção e de transformação para absorver o potencial de milhares de novos profissionais. Lançamento de vários programas para fortalecer o setor da agronomia, na área de produção de sementes e mudas, em parceria com as entidades de classe. Realização da 36ª edição da Semana de Engenharia, Arquitetura e Agronomia, pela primeira vez em Santa Catarina.
 
 
 
Eng. Eletric. Edison Macedo – 01.01.82 a 31.12.87
 
 Valorização da comunicação e publicações, levando ao conhecimento da população a atuação do Conselho em todo o Estado. Democratização do sistema, que ampliou a participação de profissionais, entidades de classe e instituições de ensino na gestão técnica e político-administrativa, tendo como consequência direta a representação dos técnicos, viabilizada pela primeira vez no Estado. Uma iniciativa pioneira foi a transferência de 10% da receita líquida das ARTs às Entidades de Classe, regulamentado pelo Confea em 2016 por meio de nova legislação, iniciando os chamamentos públicos para este fim. 
 
 
Eng. Agr. Oly de Carvalho – 01.01.88 a 10.05.90 
 
Modernização das atividades e a busca por uma maior solidez. Descentralização, com a aquisição de instalações próprias para todas as inspetorias. Renovação do Departamento de Informática, que desligou-se do Núcleo de Processamentos de Dados da UFSC, com o qual o CREA-SC mantinha convênio. Apresentação de subsídios para a elaboração da nova Constituição do Estado, no sentido de que o trabalho dos profissionais fosse mais valorizado.  Entre as propostas apresentadas, estava a proibição de acúmulo de funções em órgãos públicos. Dinamização da fiscalização profissional através de convênios com grandes entidades públicas.
 
 
Eng. Civ. Wilson Lang – 11.06.90 a 31.12.96 
 
 Fortalecimento das entidades de classe e implantação de programas de Educação Continuada. Criação do sistema de fiscalização “inteligente”, valorizado com a adoção do selo para obras fiscalizadas. Disponibilização do Receituário Agronômico, primeiro do sistema disponível para uso informatizado. Assinatura do convênio com a Unimed, para os profissionais registrados e dependentes. Criação da primeira revista e as primeiras inserções publicitárias do CREA no Brasil. Participação efetiva do Conselho na CIAM – Comissão de Integração da Agrimensura, Agronomia, Arquitetura e Engenharia para o Mercosul.
 
 
Eng. Eletric. Luiz Roberto Glavam – 01.01.97 a 31.12.99 
 
Aperfeiçoamento do processo eleitoral com a realização de uma eleição totalmente informatizada. Prosseguimento da política de descentralização executada pelo antecessor, elaboração do Manual dos Engenheiros e vários livros técnicos de orientação nacional, assinatura de diversos convênios pelo Programa de Moradia Econômica. Executado no estado o projeto “Fiscalização da Qualidade”, atuando na orientação e de forma preventiva. Foram reunidos 250 inspetores de todo o Estado para planejar as ações de qualidade e deflagrar em Santa Catarina a fiscalização preventiva integrada, com participação do corpo de bombeiros, vigilância sanitária e prefeituras catarinenses.
 
 
Eng. Civ. Celso Ramos Fonseca – 01.01.2000 a 08.01.2003 e 02.04.2004 a 31.12.2005 
 
 Aumento do número de fiscais e inspetorias, implantação do CreaNet e Ouvidoria, criação da Mútua/Caixa de Assistência e da Credcrea – Cooperativa de Crédito dos Profissionais. O CREA passou a agir no conceito novo de responsabilidade social, com seus dirigentes, conselheiros e servidores. A estrutura organizacional foi modernizada sendo criados novos departamentos. Outras iniciativas foram consideradas pioneiras no Brasil, como os treinamentos à distância em convênio com o Senai, a criação do Creanet profissional e empresa, a expedição de certidões pela Internet, a criação da Ouvidoria (a segunda do Brasil), a abertura da fiscalização para as áreas industrial e agronomia e uma nova discussão sobre o Plano Diretor dos municípios.
 
 
Eng. Civ. Rogério Novaes – 09.01.2003 a 01.04.2004 
 
 Resgate da história e da memória do Conselho, bem como das entidades de classe. Questionamento permanente das atividades do Conselho e das responsabilidades públicas de seus profissionais em relação aos principais problemas da comunidade catarinense. Envolvimento em campanhas pela duplicação da BR 101 – Sul, entregando junto a ACE e SENGE relatório técnico de duas perícias realizadas pelas entidades no trecho, resultado da Campanha pela Vida II, que sugeria uma recuperação urgente da estrada antes do início das obras de duplicação. Realização de seminários preparatórios para a Conferência Nacional do Meio Ambiente e do Seminário sobre Gerenciamento Costeiro, por meio da Comissão Permanente do CREA.
 
 
Eng. Agr. Raul Zucatto – 01.01.2006 a 31.12.2011 
 
 Implantação do Planejamento Estratégico, ART 100% Eletrônica e frota própria de veículos da fiscalização. Criação do Programa CREAjr-SC. Publicação e divulgação do documento “Pensando Santa Catarina”, que apresentou propostas das áreas tecnológicas para o desenvolvimento do Estado e marcou a participação dos profissionais do Sistema nas grandes decisões estaduais. Elaboração, através das Câmaras Especializadas, de Manuais de Fiscalização em diversas áreas. Outro avanço foi a implantação da Fiscalização Avançada, utilizando equipamentos com tecnologia GPS e todas as inspetorias.
 
 
Eng. Civil e de Seg. do Trabalho Carlos Alberto Kita Xavier - 01.01.2012 a 31.12.2017
 
Implementação das políticas de qualidade e certificação pela norma ISO9001. Expansão e consolidação do programa Creajr-SC, fortalecimento da atuação junto às prefeituras e órgãos públicos pelo cumprimento do Salário Mínimo Profissional. Modernização e fortalecimento da fiscalização com o lançamento do aplicativo para denúncias, implantação da ART e Acervo Técnico totalmente por meio digital. Lançamento do Manual do Síndico, da Revista Digital do CREA-SC, das Cartilhas de Acessibilidade e Engenharia Pública. Considerado em relatório do Confea o único CREA do País a atingir 100% de satisfação em todos os índices necessários para recebimento de recursos do Prodesu - Programa de Desenvolvimento Sustentável do sistema Confea/Crea. Diversas políticas de valorização dos colaboradores.
 

 

O maior conselho profissional de Santa Catarina

 

O CREA-SC reúne a maior comunidade profissional do estado entre engenheiros, agrônomos, geólogos, geógrafos, meteorologistas, tecnólogos, técnicos industriais e agrícolas. São mais de 66 mil profissionais e 15 mil empresas registradas.

O Crea é o órgão de fiscalização, controle,  orientação e aprimoramento do exercício e atividades profissionais da Engenharia, Agronomia, Geologia, Geografia e Meteorologia, em seus níveis médio e superior, no estado de Santa Catarina.

A fiscalização do CREA-SC é considerada exemplo em todo o País e realizada por uma equipe de 55 fiscais. Com grande inserção social e a parceria com diversos órgãos em fiscalizações preventivas e orientativas, o Conselho tem como competência legal a fiscalização do exercício profissional, verificando a habilitação e a responsabilidade técnica dos profissionais.

Com uma estrutura descentralizada - 23 inspetorias, 7 escritórios e 3 postos de atendimento em Santa Catarina, o Conselho tem a colaboração de mais de 250 funcionários e o trabalho honorífico de 94 conselheiros - representantes de  entidades de classe e instituições de ensino do setor tecnológico - que formam o Plenário, além de 30 diretores regionais e 375 inspetores no estado. O programa CREAjr-SC, com o objetivo de formar novas lideranças, é um dos maiores do país reunindo mais de 25 mil acadêmicos cadastrados.

 

Missão - Atuar com eficácia na orientação, fiscalização, valorização e aperfeiçoamento do exercício profissional, promovendo a melhoria da segurança e da qualidade de vida da sociedade.

Visão - Ser reconhecido pela sociedade e pelos profissionais como instituição-referência por sua eficácia, integridade e credibilidade.

Política da Qualidade - O CREA-SC está comprometido em prestar serviços de qualidade visando à melhoria contínua de seus processos e procedimentos bem como o aprimoramento de seus colaboradores.

 


CREA-SC - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina

Atendimento ao público

PRESENCIAL das 09h as 17h.

TELEFÔNICO das 08h as 18h.

Telefone: (48) 3331-2000 | Fax: (48) 3331-2119 | E-mail: crea-sc@crea-sc.org.br

CNPJ: 82.511.643.0001-64

Rodovia Admar Gonzaga, 2125 - Caixa Postal: 125 - CEP: 88034-001
Itacorubi - Florianópolis (SC)
Desenvolvido por: Agência Hive